terça-feira, 23 de março de 2010

Projeto: Inclusão Escolar "Diversidade com Artes"


Projeto Escolar:


Inclusão Escolar


Diversidade Com Arte


PIRANHAS-GO, 2010

TÍTULO DO PROJETO: Projeto Inclusão Escolar

TEMA: Diversidade com Arte

DADOS DA INSTIUTIÇÃO:

SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE GOIÁS
SUBSECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE PIRANHAS-GO
ESCOLA: Escola Estadual de Tempo Integral “Joaquim Francisco de Souza”
ENDEREÇO: Rua Raul Naves n. 262 Setor Palmares – Piranhas-GO
TELEFONE: (64) 3665-1822
EMAIL:
eejfsouza@hotmail.com / inclusao_eejfsouza@hotmail.com
MODALIDADE DE ENSINO: Ensino Fundamental Inicial
EQUIPE GESTORA: Cleide de Fátima dos Reis Vieira
Leda Braz dos Santos Oliveira
Deusélia Teixeira

COORDENADORES: Rosiene Pereira Marques Macedo dos Passos
Jander Gomes de Souza
Ceila Maria Barbosa
Eleane Cícera Borges

DADOS DOS ENVOLVIDOS NO PROJETO:

EQUIPE INCLUSÃO: Eliane Lúcia Aires (Profª Recurso)
Fernanda Dias Zago Ribeiro (Profª Apoio)
Edna Pereira Gonçalves (Profª Apoio)
Valcy Maria de Jesus Costa (Profª Apoio)
Celma de Oliveira Silva (Profª Apoio)
Eliana (Profª Apoio)
Selma Maria de Paiva (Interprete)
Jhonanthan(Interprete)
Silvani Maria(Interprete)
Ivana Borges(Interprete)
Célia (Interprete)

CLIENTELA: 24 alunos ( com a faixa etária entre 06 e 13 anos)

PERÍODO DE DESENVOLVIMENTO: fevereiro a abril de 2010

APRESENTAÇÃO:
Este Projeto Inclusão: Diversidade com Arte está voltado a aprendizagem prazerosa e significativa dos alunos portadores de Necessidades Especiais Educacionais da Escola Estadual de Tempo Integral Joaquim Francisco de Souza, através da Artes em criar e recriar. Possibilitando uma socialização e integração das habilidades e competências de cada um.
JUSTIFICATIVA:
Como o mundo é repleto de significados e cheio de descobertas, ainda mais com tantas diversidades na infância! O ensino de Arte aborda uma série de significações, tais como: o senso estético, a sensibilidade e a criatividade.
A criança portadora de necessidades educacionais especiais, na primeira fase do ensino fundamental, se encontra em fase de pensamento concreto e faz largo uso de seus sentidos para enriquecer suas experiências. Nesta fase, as atividades artísticas fornecerão ricas oportunidades para o seu desenvolvimento, uma vez que, põem ao seu alcance os mais diversos tipos de material para manipulação.
Quando as habilidades infantis são estimuladas, ajudam no processo de aprendizagem, pois desenvolvem a percepção e a imaginação - recursos indispensáveis para a compreensão de outras áreas do conhecimento humano. Estabelecendo, sempre, um diálogo entre todos os participantes da turma - que é uma questão fundamental para que haja uma comunicação ampla - que será ampliado, desenvolvido, trabalhado, estimulado, aprimorado e praticado com constância para que a criança tenha o máximo desempenho de sua capacidade cognitiva, procedimental e hatitudinal.
Daí a necessidade de estimular os alunos com necessidades especiais educacionais a desenvolver as habilidades artísticas como meio de aprimorar a criatividade, a sensibilização, a lateralidade e a socialização. Portanto, sua aprendizagem fluirá de forma prazerosa e significativa, sendo construída a cada instante em forma de lazer.



OBJETIVOS:
- GERAL:
Ø Desenvolver as habilidades cognitivas, atitudinais e precedimetnais dos alunos portadores de NEE’s através da artes visuais, cênicas e plásticas.
- ESPECÍFICO:
Ø Ampliar universo expressivo das crianças, oportunizando o acesso às linguagens artísticas da música, de artes cênicas e de artes visuais;
Ø Associar o trabalho com tais linguagens ao trabalho com literatura infantil, oportunizando desenvolvimento de leitura e de escrita;
Ø Estimular a criatividade dos alunos e suas percepções quanto a lateraliddade e associações com o mundo ao seu redor;
Ø Ampliar o universo cultural das crianças a partir de repertório identificado em diagnóstico inicial, no início das ações.

METAS:
Ø Melhorar a auto-estima dos alunos portadores de NEE’s, através da integração com as artes;
Ø Incentivar a criatividade na produção artísticas dos alunos com NEE’s;
Ø Reconhecer os aspectos pedagógicos inseridos nas produções das artes cênicas, visuais e plásticas, contribuindo ao processo ensino-aprendizagem de forma significativa e prazerosa.

CONTEÚDOS:
Ø Artes Cênicas: Dança, Música, Teatro.
Ø Artes Visuais: pinturas, desenhos, fotografias, cinema, literatura, poesia e Power point.
Ø Artes plásticas: artesanato com E.V.A e outros materiais, dobraduras, jogos pedagógicos, caricaturas, museu e outros.


METODOLOGIA E DESENVOLVIMENTO:

Ø A metodologia e o desenvolvimento deste projeto serão voltados aos alunos com NEE’s, no período das Atividades Complementares da Escola de Tempo Integral, o que corresponde ao horário das 13h10min ás 17h, ocorrendo três dias por semana, utilizando as salas: multifuncional, biblioteca, sala de vídeo e laboratório de informática, além do pátio, saguão e quadra desportiva.
Ø Todos a equipe da inclusão se responsabilizará por seus alunos auxiliando-os no trabalho artístico e na construção dos aspectos cognitivos, procedimentais e atitudinais. Visto que este atendimento será de exclusividade dos alunos com NEE’s, podendo assim, ter a participação de demais alunos da escola, por se tratar de um projeto que respeita as diversidades através das artes.
Ø Cada semana será desenvolvida uma “oficina” diferente de acordo com os conteúdos programados, utilizando materiais adequados para a concretização dos objetivos propostos e registrando-os através de fotografias, vídeos, escritas, desenhos e artesanatos.
Ø Assim cada aluno poderá integrar suas potencialidades, destacando tanto quanto aos demais alunos da unidade escolar, valorizando sua auto-estima e despertando suas habilidades em respeito as diversidades.

RECURSOS:

Ø DVd, CDs, Tv e Dvd player, computadores, internet, livros literários, aparelho de som, projetor de imagens, retroprojetor, filmadora, câmera digital, caixa acústica, instrumentos musicais (bandinha);
Ø Livros literários, livros didáticos, fotografias, acervo bibliográfico sobre obras de artes, coletâneas de artesanatos;
Ø Material pedagógico para artesanato em geral.



AVALIAÇÃO:

Ø A avaliação será contínua, diagnosticando as habilidades e competências construídas no decorrer do projeto enfocando o crescimento cognitivo, procedimental e atitudinal do aluno portador de NEE’s.

CONCLUSÃO:
Este projeto visa estimular a criatividade e a auto-estima dos alunos portadores de NEE’s, reconhecendo suas potencialidades junto as demais alunos da unidade escolar, merecendo destaque e em respeito as diversidades existentes na escola, na família e na sociedade.
Portanto, conclui-se que o respeito as diversidades através das artes possibilita o crescimento tanto intelectual quanto sócio-afetivo dos participantes do projeto, assim como a sua valorização quanto ser humano ativo capaz de desenvolver habilidades que antes não reconhecia.


BIBLIOGRAFIA E WEBIOGRAFIA:


BRASIL, Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Arte. Brasília: MEC/SEF, 2000.

DE CAMILLIS, L. Stamato. Criação e docência em arte, JM Editora, 2002, SP;

DUARTE JR, João Francisco. Porquê arte-educação?;

FERREIRA, Sueli (org.). O ensino das artes - construindo caminhos, Papirus Editora, 2001, SP;

FORQUIN, JEAN-CLAUDE. Escola e Cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Trad. Guaracira Lopes Louro . Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 12ºedição, São Paulo, Paz e Terra, 1999.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido, Paz e Terra, 1970.

GARDNER, HOWARD. As artes e o desenvolvimento humano. Porto Alegre, Artes Médicas, 1997.

HERNANDEZ, FERNANDO. Projetos de Artes visuais na escola. Porto Alegre, Artes Médicas 1999.

JAPIASSU, Ricardo. Metodologia do ensino de teatro, Papirus Editora, 2001,SP;


MARTINS, Mirian Celeste Ferreira Dias, PICOSQUE, Gisa e GUERRA, Maria Terezinha Telles. Didática do ensino de arte: a língua do mundo: poetizar, fruir e conhecer arte. São Paulo. FTD, 1998.

VIGOTSKI, L. S. Psicologia da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

http://www.unesp.br/prograd/PDFNE2004/artigos/eixo3/fazendoartenaescola.pdf

http://pt.wikipedia.org/wiki/Arte

http://www.crmariocovas.sp.gov.br/efr_l.php?t=001

http://www.rainhadapaz.g12.br/projetos/artes/home.htm

http://www.projetospedagogicosdinamicos.com/artes_visuais.htm

http://www.soprando.net/ap/est/artes-visuais-no-contexto-escolar-do-ensino-fundamental

http://www.acaixamagica.com/

2 comentários:

  1. Amei o projeto , muito bom, fico feliz por voces estarem fazendo inclusão de verdade e com qualidade.

    ResponderExcluir
  2. Procurando um projeto sobre inclusão, olha o que encontrei, um projeto realizado na minha escola do coração! Saudades dessa escola.

    ResponderExcluir